quarta-feira, setembro 06, 2006

Ejaculação Precoce


"Vai ser bom, não foi?". Esta bem podia ser a questão colocada após uma relação sexual que termina com uma ejaculação precoce do homem e uma mulher insatisfeita. Mas porquê?

Aqui se sintetizam algumas das
causas conhecidas da dificuldade do homem em controlar o seu orgasmo:

- factores orgânicos, como inflamações do pénis, da uretra e da próstata;
- superestimulação;
- insegurança;
- ansiedade quanto ao desempenho sexual;
- inexperiência ou falta de conhecimento das sensações que antecedem o orgasmo;
- reflexo condicionado devido às primeiras experiências sexuais, quando predominava o coito interrompido e a pressa.;

E depois?

A insatisfação é a consequência mais imediata da dificuldade do homem em controlar o orgasmo. A parceira não estava excitada o suficiente para chegar ao prazer máximo e o próprio homem sente a ejaculação como um prazer incompleto e muito breve.
A prazo a insatisfação pode ser acompanhada de uma perda de confiança da mulher em si mesma e na sua capacidade de dar e atingir o prazer. O homem também ele começa a questionar a sua sexualidade, ou melhor, a sua virilidade, o que em último caso pode conduzir à impotência.

O que fazer?

- reduzir a ansiedade;
- melhorar a comunicação entre o casal;
- aumentar a experiência sensorial, recorrendo a fantasias, se necessário;
- usar preservativo, se necessário dois, pois diminui a sensibilidade do pénis;
- aplicar na glande cremes que diminuem a sensibilidade;
- fazer amor em posições menos estimulantes para o homem, de modo a retardar o orgasmo;
- técnica do "pára-arranca", através da qual a relação é interrompida quando a ejaculação está eminente, recomeçando-se pouco depois;
- técnica da compressão, que consiste em apertar ligeiramente o pénis ao nível da glande para impedir a ejaculação. Deve começar por ser utilizada nos preliminares e só depois de ganho algum controlo deve ser aplicada durante a penetração.


(adaptado de
http://saude.sapo.pt/gkD/286518.html)